PLASIL BULA

Que ver todas as informações do medicamento Plasil Bula? confira para que serve esse remédio que pode ser ministrado como Plasil Gotas, o nome é cloridrato de metoclopramida monoidratado.

PLASIL BULA
PLASIL BULA

Remedio E Bula do Plasil

Maiores questões sobre o remédio Plasil são:

  1. Plasil da sono
  2. Plasil para que serve
  3. Existe Plasil gotas
  4. O remedio Plasil injetavel
  5. Onde tem Plasil comprimido
  6. Plasil para cachorro
  7. Qual o Plasil preço

Vamos tentar responder as perguntas na ordem.

Bula Plasil da Sono?

Se você que saber se o remédio Plasil da Sono? a resposta efetiva é SIM! um dos efeitos mais definidos pelos usuários do medicamento Plasil é a sonolência, assim como indicado na Bula quem usa esse remédio fica com a capacidade comprometida de dirigir e manusear equipamentos.

Respondendo a sua maior pergunta, Plasil da Sono? Sim!

A grande questão sobre o efeito do medicamento que deve sempre ser ministrado por um médico, é o plasil da sono? bem para responder essa pergunta vamos analisar o que diz em sua bula.

A Bula do remédio informa que pode sim ocorrer sonolência ou seja dar sono logo após consumir o remédio, o sono ocorrer por ter em sua composição metoclopramida, potencializada por depressores do sistema nervoso central.

Como mencionado o Plasil dá sono ou seja se o paciente utilizou do plasil injetavel ou do Plasil Gotas, independente do tipo de meio utilizado não é aconselhado dirigir após o uso.

 

O Plasil dá sono?
Sim. Um dos esfeitos colaterais do Plasil é a sonolência, por isso é provável que algumas pessoas que tomam este remédio tenham esse sintoma.

É importante saber que nestes casos a habilidade em dirigir veículos ou operar máquinas pode ficar prejudicada.

Bula Plasil para que serve

Que saber para que serve plasil? antes de fazer uso de qualquer remédio é totalmente indicado fazer uma leitura em sua bula para tirar todas suas dúvidas.

Após ler a bula atentamente se ainda tiver dúvida para que serve Plasil, saiba que é um remédio destinado ao tratamento de alterações da movimentação do sistema digestivo, típicos de enjoos ou vômitos que ocorrem por causa de cirurgias, doenças metabólicas e infecciosas, secundárias a medicamentos.

Também é comum o uso para facilitar todos os procedimentos radiológicos que fazem uso do raio-x tratando do gastrintestinal.

 

Plasil gotas

Se o paciente prefere fazer uso do remédio por via oral existe o Plasil gotas, que facilita a medicação do paciente em alguns casos.

Plasil Injetavel

A forma mais comum de uso do remédio é por injeção ou seja Plasil injetável.

Plasil comprimido

Para muitos o uso do Plasil comprimido simples é mais aconselhável.

Plasil para Cachorro

Muitas pessoas perguntam sobre o uso do plasil para cachorro, na bula do medicamento nao fala nada sobre isso, o ideal seria consultar um veterinário competente para falar, o profissional estuda todas as formas de medicar o seu animal, o seu cãozinho não pode ficar a merce da sorte, trate bem os animais.

Plasil preço

Os valores e do remédio Plasil preço tem alterações diversas dependendo da sua localidade das opções de farmácias que podem oferecer o produto.

Bula do Plasil

Agora que falamos um pouco sobre o remédio veja logo abaixo a bula que você pode consultar todas as informações e tirar mais dúvidas antes de usar.

Clica no icone Bula abaixo para ver.

COMPOSIÇÃO
Cada comprimido contém 10,53 mg de cloridrato de metoclopramida monoidratado equivalente a 10 mg de
cloridrato de metoclopramida anidro.

Excipientes: estearato de magnésio, amido de milho seco e lactose anidra.

2. COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?
A metoclopramida, substância ativa do medicamento que age no sistema digestório (grupo de órgãos do corpo, como por exemplo, estômago, intestino, entre outros, responsável pela digestão dos alimentos) no alívio de náuseas e vômitos.

3. QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?
O remédio não deve ser utilizado nos seguintes casos:
– se você já teve alergia à metoclopramida ou a qualquer componente da fórmula;
– em que a estimulação da motilidade gastrintestinal (esvaziamento gástrico) seja perigosa, como por exemplo, na presença de hemorragia (sangramento), obstrução mecânica ou perfuração gastrintestinal;
– em pacientes com histórico de discinesia tardia (movimentos repetitivos, involuntários e não-intencionais que às vezes continua ou aparece mesmo após o fármaco não ser mais utilizado por um longo tempo) induzida por neurolépticos (medicamento usado no tratamento de psicoses, como anestésicos e em outros distúrbios psíquicos) ou metoclopramida (princípio ativo do remédio);
– em pacientes com feocromocitoma suspeito ou confirmado (tumor geralmente benigno na glândula suprarenal), pois pode desencadear crise hipertensiva (aumento da pressão arterial), devido à provável liberação de catecolaminas (substância liberada após situação de estresse) do tumor;
– em combinação com levodopa ou agonistas dopaminérgicos (medicamento usado no tratamento das síndromes parkinsonianas) devido às ações serem contrárias (vide “Interações Medicamentosas”);
– doença de Parkinson;
– histórico conhecido de metemoglobinemia (desordem caracterizada pela presença de um nível mais alto do que o normal de metemoglobina no sangue. A metemoglobina é uma forma de hemoglobina que não se liga ao oxigênio podendo ocasionar anemia e falta de oxigênio nos tecidos) com metoclopramida ou deficiência de NADH citocromo-b5 redutase

bula do plasil
bula do plasil

– se você é epiléptico ou esteja recebendo outros fármacos que possam causar reações extrapiramidais (tremor de extremidade, aumento do músculo, rigidez muscular), uma vez que a frequência e intensidade destas reações podem ser aumentadas.

Este medicamento é contraindicado para crianças menores de 1 ano de idade, devido ao risco aumentado da ocorrência de desordens extrapiramidais nesta faixa etária (vide “O que devo saber antes de usar este
medicamento?”).

Deixe uma resposta